carta circular – junho de 2011

Marcos 13.1,2

Vemos aqui duas atitudes: os discípulos perplexos ante a majestade do templo e a perplexidade de Jesus ante a decadência do culto judaico. Os discípulos viam e alegravam-se com a beleza exterior; Jesus, porém, sabia que o prédio suntuoso abrigava um culto profano, mundano e hipócrita. Havia uma falsa adoração. Devemos atentar para que isto não aconteça com a Igreja. Uma preocupação com a aparência dos prédios esquecendo-se de edificar os adoradores verdadeiros. Adoradores que tenham comunhão com Deus e com a Palavra. Uma Igreja que persevere e pregue a sã doutrina. Não há erro em ter um prédio confortável e bonito. Creio, entretanto, que os esforços financeiros e humanos devem, primeiramente, ser canalizados à formação espiritual dos irmãos que lá congregam. Continue lendo

Publicado em Notícias | Com a tag , | Deixar um comentário

Família: Formação e Frutos – Fracasso ou Fama?

Pv 14.26 – Legado da família

Quais marcas você deixará na vida de sua família?

Alguns se preocupam em deixar bens materiais. Outros em deixar educação. São boas coisas. Poucos, entretanto, se preocupam em deixar um legado de temor de Deus.

O temor do Senhor significa que Deus está vendo tudo o que pensamos, dizemos, e fazemos, e que receberemos recompensa ou castigo. O legado de temor de Deus conduz o crente a viver assim, pois entende que o cônjuge e os filhos percebem sua vida e comportamento.

A alma do filho deve ser treinada. Ela não é neutra. Ou ela tem Deus como o alvo de agradar ou ela tem o que não é de Deus como o alvo de agradar e imitar. Não existe ou-tras opções. “Do coração procedem os maus pensamentos, mortes, adultérios, prostitui-ção, furtos, falsos testemunhos e blasfêmias.” (Mt 15.19). Mesmo que a atitude que um filho eventualmente terá diante Deus e de Seus mandamentos dependerá, no final, de uma decisão deste. Os pais treinando o filho sob um ponto de vista de temor a Deus e obediência em amor à Palavra de Deus produzirá na mente do filho os fatos necessários para fazer uma decisão correta. Mas até aquele dia, os pais têm uma responsabilidade de educar a alma do filho no caminho em que deve andar (Pv 22.6).

Alerta: ao lado desta verdade, podemos anexar a questão da educação escolar. Pais crentes devem entender que não há matéria neutra ensinada, muito menos fatos neutros. Se seu filho está numa escola não cristã tem que trabalhar os elementos cristãos de cada matéria. Avalie bem a escola cristã que seu filho estuda: Seus professores são evangélicos e treinados em doutrina e teologia? Se não são, infelizmente, farão sincretismo religioso nas matérias que ensinam: cristianismo e humanismo. Continue lendo

Publicado em Artigos, Esboço de pregações | Com a tag , | Deixar um comentário

Efésios 6.1-4 – FAMÍLIA: FORMAÇÃO, FRUTOS e FUNÇÕES.

Introdução:

Já mostramos nesta conferência, a partir das Escrituras, que o principal significado do casamento é demonstrar a aliança: o amor entre Cristo e Sua igreja. Em outras palavras, o
casamento foi projetado por Deus com significado profundo e, como o mais importante, para ser uma representação ou uma figura da forma como Cristo ama Sua Igreja e, também, da maneira como a Igreja ama e segue a Cristo. Esta é a verdade fundamental para todos os maridos e esposas saberem e praticarem sobre o significado do seu casamento.

Uma revisão rápida: O magnífico retrato do casamento A passagem chave é Efésios 5.23-25. Estamos tão familiarizados com esta declaração que não nos parece uma declaração aterradora, espantosa, fantástica. Quando alguém iria falar sobre o casamento desta forma? Nos três versículos, Paulo diz três vezes: ‘como’.

Versículo 23: o casamento: como também Cristo é a cabeça da igreja.

Versículo 24: o casamento: como a igreja está sujeita a Cristo.

Versículo 25: o casamento: como Cristo amou a igreja. Continue lendo

Publicado em Artigos, Esboço de pregações | Com a tag | Deixar um comentário

Mateus 19. 1-9 Família: Formação, Frutos – Fracasso e Fração

A sociedade brasileira vive momentos de transformação de seus valores. Iniciou com a permissão do divórcio após 5 anos de separação – hoje, não precisa mais de tempo de separação. Adultério não é mais crime. O homossexualismo tenta impor sua tirania sobre a liberdade de expressão e já tem o aval para o “casamento” entre pessoas do mesmo sexo. E, vemos pouco a pouco a venda do conceito de bigamia. A família conforme a Bíblia a descreve e Deus a planejou está quase falida. Vamos nos ater a questão do divórcio e novo casamento.

O conceito bíblico de casamento – um homem e uma mulher que decidem firmar uma aliança em conformidade com a lei do Estado (país) e, se são crentes, sob a bênção de Deus através da igreja.

O que não é casamento: ajuntamento – viver juntos; casamento somente no religioso; união de pessoas do mesmo sexo. Continue lendo

Publicado em Artigos, Estudos Bíblicos | Com a tag , | Deixar um comentário

Salmo 127 – Família: Formação e frutos fundamentados no Senhor

Gostaria de começar com uma estatística acerca da vida familiar, mais especificamente sobre os filhos, realizada em 2008.

- cresce o número de adolescentes que se tornam mães solteiras;

- cresce o número de adolescentes que fazem aborto;

- aumento ano a ano do número de jovens que são portadores de doenças sexualmente transmissíveis;

- aumento, entre os adolescentes, dos usuários de drogas e álcool. No Brasil (dados de 2010): 13% dos consumidores de drogas e álcool estão entre os 10 e 14 anos;

- média de 06 adolescentes (por país) ao ano cometem suicídio;

- aumento do número de divórcios no Brasil ano de 2010 foi de 300%;

- estudo feito no final do século passado em 48 países de todos os continentes revelou o seguinte entre adultos homens que cometem crimes: “a criminalidade entre adultos é maior no grupo em que tais pessoas foram criados por mulheres sozinhas.” Continue lendo

Publicado em Artigos, Esboço de pregações | Com a tag , | Deixar um comentário

Gênesis 1.27,28 – Família: Formação e Frutos

Primeiro, vamos ver que o plano original de Deus na criação foi para que homens e mulheres se casem. Tenham filhos. Ter filhos é a vontade de Deus, mas no casamento. Em
segundo lugar, temos a considerar que no mundo decaído em que vivemos, não só o casamento não é mais um absoluto para todas as pessoas, mas gerar filhos no casamento também não é um apelo absoluto sobre todos os casais. Bem, um olhar é sobre a malignidade do pecado no mundo que rejeita tais coisas por motivos egoístas e em rebelião contra Deus e Sua Palavra. A Bíblia, num outro olhar nos dá uma direção para uma opção de vida de solteiro. Normal, boa, dolorosa e gloriosa, mas, também não absolutamente necessária para todos, mas uma recomendação do apóstolo Paulo. Continue lendo

Publicado em Artigos | Com a tag | Deixar um comentário

carta circular – maio 2011

Belém, maio de 2011.

Deus resiste aos orgulhosos, porque se opõem a Ele. A essência do orgulho é a auto suficiência, aquele espírito que despreza a ajuda de outrem, confiante de que é capaz de resolver tudo por si mesmo. No âmbito das coisas espirituais, o orgulho é aquela horrível presunção de que posso conseguir sozinho, sem Deus. É uma terrível ilusão gerada e promovida por Satanás. Ao contrário disso, a humildade. é esvaziar-se de sua auto suficiência; é uma compreensão. Ao contrário disso, a humildade. é esvaziar-se de sua auto suficiência; é uma compreensão íntima de que sou completamente dependente de Deus para todas as coisas. Humildade,
graça e vitória sobre Satanás estão inseparavelmente ligadas uma à outra! Mas nada é mais ofensivo a Satanás do que a humildade, pois ele é um espírito orgulhoso, e seu desejo é ensoberbecer-nos e levar-nos a viver e agir independentemente de Deus.” (A.W. Pink – meditação sobre Tiago 4.7) Continue lendo

Publicado em Notícias | Com a tag | 2 comentários

metáfora do caráter – vassoura

Metáfora do caráter – A vassoura.

Ler Romanos 12.16; 1ª Coríntios 12.14-26;

Já declinava o dia numa tarde preguiçosa. O menino observava seu tio recortar papeis para montar algumas brincadeiras e jogos. O professor dedicava-se com afinco a árdua tarefa de ensinar. O sobrinho resolveu buscar conversa para tecer cores mais vivas à calmaria amarela que invadia a sala da casa.

  • Tio, o que vais fazer com as sobras de papel?
  • Vão para a lixeira, respondeu atento ao seu serviço.

O menino saiu. Logo reapareceu com a vassoura na mão. Ficou perto da mesa observando o trabalho do tio. A vassoura rolava por seus dedos numa brincadeira sem graça até que escapou e caiu.

O barulho fez o professor voltar-se para o menino. Não se deixou irritar pelo descuidado do garoto. Puxou uma cadeira e sentou-se.

  • Venha cá e trazes a vassoura.
  • Aqui está. Eu vou varrer para o senhor, disse respirando fundo.
  • Não te preocupes com isto, agora. Mais tarde poderás fazê-lo. Vou falar sobre a vassoura, prestes atenção.

Ela parece ser insignificante. Fica encostada a maior parte do tempo. Só a vemos, normalmente, quando a mãe vai fazer a limpeza diária. Se ela aparece de repente é porque algo aconteceu. Nesta hora, pouco importa se ela é nova ou velha; cabo simples de madeira ou plastificado; suas cerdas de piaçava ou algum tipo de plástico. Ah! Sem falar nas vassouras elétricas. Meu filho, o que importa é que a vassoura tem sua função e serventia. Ela desempenha um papel relevante para o bem-estar da casa. Quando varre o chão contribui para o ambiente ter um melhor aspecto e, principalmente, agir como agente de saúde, pois nos livra da sujeira que acumulada traz doenças.

O professor pegou a mão do menino e pos nela a vassoura e finalizou a conversa, assim:

Tu vais encontrar em tua vida muitas pessoas que são como as vassouras. Elas fazem um trabalho que poucos reconhecem. Muitas delas estão nos bastidores sem aparecer, mas cada uma faz o seu trabalho. Quando faltam, todos sentem. Valoriza tu sempre as pessoas que trabalham por trás das cortinas, quase anônimas. Valoriza aqueles que fazem atividades simples. Elas cooperam para o bem daqueles que desempenham um papel mais visível. Assim como não há sentido jogar a vassoura num canto só porque é pau e piaçava, não desconsideres as pessoas pelo que fazem. Trata-as com respeito e nunca deixes de olhar em seus olhos e de cumprimentá-las dizendo seus nomes.

Publicado em Metáforas do caráter | Com a tag | Deixar um comentário

carta circular – abril de 2011

 

Eclesiastes 2.24,25

 A alegria é um estado da alma. É um fruto do Espírito Santo, portanto independe das circunstâncias. Fácil falar e escrever, porém difícil viver. Há muitas coisas que Deus nos presenteia para que gozemos num determinado ambiente a alegria. Pode ser um almoço em família; um café com alguns irmãos da igreja após o culto; um retiro; um encontro inesperado com alguém querido que estava distante, ou, simplesmente um prato de arroz e feijão. O fato é que, entre tantas coisas que fazemos, poucas vezes nos damos conta de que tais coisas vêm pelas mãos de Deus. Eis, então, a razão de que não nos alegramos plenamente, mas sorrirmos, apenas. Reconhecer Deus proporcionando momentos de deleite, certamente, inundará a alma de gozo celeste. Precisamos aprender a festejar as ocasiões de comer, beber, passear, pois são bênçãos de Deus que advêm do suor do rosto que penosamente granjeamos. Temos que saborear estas oportunidades como antegozo da festa das bodas do Cordeiro.

 Ministério:

Foi um mês de várias atividades, encontros e desencontros. Nem sempre o que se planeja acontece. Às vezes, o que não se planeja acontece. Foi gratificante ver o entusiasmo dos dois clubes visitados: IEI Comunidade Vida e IBR Nova Filadélfia. Líderes motivados e oansistas progredindo no programa fornecem ânimo para o ministério, porém mais do que isto é ouvir das vidas que são impactas pela Palavra. Por isso, louvem ao Senhor pela ferramenta Oanse como instrumento de evangelização e discipulado em várias igrejas do Pará e Amapá.

O mês de maio será de várias viagens: 09 a 13 em São José Rio Preto; 14 a 17 em Uberlândia; 20 a 30 em Fortaleza. Orem para que Deus dê proteção e saúde.

Família:

A gripe ou virose atacou-nos em Belém. Primeiro foi a Vanete que está na fase final, depois de 2 semanas bem sofridas. Egon lutando com a dificuldades das alergias e com a gripe está se recuperando. O retiro da pascoa (com a Ig. dos Irmãos de Coqueiro) com sol e muita chuva contribuiu para piorar o estado físico. O tempo, porém de estudo, comunhão e brincadeiras foi sensacional. A Vanete teve que se desdobrar entre cozinha e estudo, mas valeu a pena. Temos muito que louvar e agradecer a Deus pela excelente oportunidade de conviver com os irmãos nos dias do retiro.

As meninas continuam suas maratonas de estudos, trabalhos e cuidar da casa. Ambas fizeram aniversário e louvamos ao Senhor por suas vidas.

Outros Pedidos de oração:

Restauração da saúde – Egon e Vanete;

Ester e Carina: proteção em Uberlândia; Continuem envolvidas nos trabalhos da igreja; dedicação nos estudos;

Sabedoria e autoridade para ministrar no encontro de casais e conferência sobre família em Fortaleza;

Pelos clubes Oanse do Pará e Amapá: Crescimento e fidelidade;

Precisamos de novos parceiros (mantenedores) para o ministério, principalmente, na área financeira. Orem para que os contatos aconteçam e consigamos agendar algumas entrevistas para tal finalidade;

Louvor pelo retiro da IEI Coqueiro no período da Páscoa;

Agradeçam conosco pelos irmãos e igrejas que têm nos sustentado e nos apoiado.

Para Glória do Cordeiro de Deus

Os 4 Paulitsch

Publicado em Notícias | Com a tag | Deixar um comentário

Metáforas do caráter – o lápis

O LÁPIS

(Adaptado do Rabino Benjamin Zagury)

 

Leia 2ª Coríntios 4.16-18; 1ª Pedro 1.6,7

O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou: “Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco?   E, por acaso, é uma história sobre mim?”.
A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto: “Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescer”. Continue lendo

Publicado em Metáforas do caráter | Com a tag , | Deixar um comentário